Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pablo Neruda

Segunda-feira, 17.03.08

 

 

" De otro . será de otro . Como antes de mis besos .

su voz, su cuerpo claro. Sus ojos infinitos.

Ya no la quiero , es cierto , pero tal vez la quiero .

Es tan corto el amor, y es tan largo el olvido.

Porque en noches como esta la tuve entre mis brazos ,

mi alma no se contenta com haberta perdido.

Aunque este sea el último dolor que ella me causa,

y éstou sean los últimos versos que yo le escribo ."

 

( do "Poema 20" de, veinte poemas de amor y una cancion desesperada)

Pablo Neruda nasceu no Chile em 12 de Julho de 1904

O seu nome verdadeiro: Neftalí Ricardo Reyes Basualto

E SEMPRE O AMOR...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por dolce_vita às 20:29

Embriaga-te

Quarta-feira, 16.01.08

Deves andar sempre bêbado. É a única solução.

Para não sentires o tremendo fardo do tempo que te

pesa sobre os ombros e te verga ao encontro da terra,

deves embriagar-te sem cessar: com vinho, com poesia, ou

com a virtude. Escolhe tu, mas embriaga-te.

E se alguma vez, nos degraus de um palácio, sobre as

verdes ervas de uma vala, na solidão morna do teu quarto,

tu acordares com a embriaguez atenuada, pergunta ao

vento, à onda, à estrela, à ave, ao relógio, a tudo o que passou,

a tudo o que murmura, a tudo que gira, a tudo o que canta,

a tudo o que fala: pergunta-lhes que horas são: "São horas de te embriagares.

Para não seres como os escravos martirizados do tempo, embriaga-te, embriaga-te,

embriaga-te sem descanso.

Com vinho, com Poesia, ou com a virtude".

Charles Baudelaire

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por dolce_vita às 00:45

O interior das rosas

Sábado, 05.01.08

Onde há para este interior

um exterior? Sobre que dor

se põe este linho?

Que céus se espelham

no seio do lago

destas rosas abertas,

descuidadas? Olha:

como jagem soltas,

como se não pudesse

mão tremente desfolhá-las.

Mal se podem suster

a si próprias: muitas deixaram-se

encher de mais, e trasbordaram

de espaço interior

para os dias, que cada vez

mais plenos se fecham,

até que todo o Verão se faz

uma sala, uma sala num sonho.

Rainer Maria Rilke

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por dolce_vita às 01:19





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031